ago 312014
 

Reportagem do Globo Rural (penso que o único programa da globo que presta) mostrou como contruir uma bomba carneiro, capaz de elevar água a custo próximo de zero:

A cartilha pode ser baixada no link: http://estatico.redeglobo.globo.com/2013/06/18/folder_carneiro_hidraulico.pdf

Ou no link alternativo: folder_carneiro_hidraulico[1]

ago 302014
 

Vamos lá, montagem de embreagem de Kart ou Mini Bug em um motor estacionário, passo a passo:

Não encontramos um tutorial parecido em canto algum, então o jeito foi produzí-lo. Utilizamos um motor Toyama de 5,5Hp, e uma embreagem centrífuga de Kart.

Continue reading »

ago 292014
 

Alunos da Universidade de Munique criaram esta fantástica peça, fácil de construir e czapaz de gerar eletricidade com a correnteza de um rio.

Pense se não vou tentar botar um desses no sítio! Se der certo, mando aqui os detalhes.

 

Este modelo, segundo os pesquisadores, é capaz de gerar 2KW. Claro que a potência dependerá do volume, velocidade do rio e do tamanho da geringonça. Tentarei um tamanho micro, para acender um LED em um riacho, provavelmente usando latinhas de cerveja. Em breve o resultado.

Rotor from Markus Heinsdorff on Vimeo.

ago 282014
 

Caçando informações para nosso tanque e bomba d’água com compressor de ar condicionado, nos deparamos com um excelente manual que lista válvulas, conexões, tipos de tubulação e muito mais.

O excelente material foi elaborado em parceria do SENAI com a Companhia Siderúrgica de Tubarão (SC), e pode ser encontrado no site da Abraman (Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos) no link: http://www.abraman.org.br/Arquivos/75/75.pdf.

Ou neste link alternativo: 75[1]

Estudando o material, para nosso projeto (puxar água de um riacho, há cerca de 100 metros de distância, com uma elevação de cerca de 40 metros, com uso de um compressor de ar condicionado automotivo) vamos precisar de válvulas de retenção, que só permite a passagem do fluído em um sentido.

Vamos precisar de duas: uma de pé, no ponto de captação de água, para manter a escorva da bomba, e outra logo após a bomba, para manter cheia a tubulação acima, evitando o retorno de água.

Graças ao manual, pudemos identificar vários modelos possíveis:

Válvula de pé.

Válvula de pé.

 

válvula de esfera

Válvula de Esfera

 

Vale a pena conferir.

 

abr 212014
 

Excelente dica do colega Adilson Pinheiro, uma mesinha dessas construída nos moldes que descreve o Adilson, custará algo em torno de $70,00 a $200,00 (a depender do material empregado) e algumas valiosas horas de faxina mental.

O colega ainda disponibiliza o projeto no link: http://www.4shared.com/file/9fm26t13ce/projeto_mesinha.html Pelo programa SkethUp do Google, suponho.

Não esqueça de dar o positivo no vídeo do colega e, se também gosta dos hobbyes, se inscrever no canal dele, vamos prestigiar aqueles que doam seu tempo para nos ensinar algo útil.

jun 292013
 

Pois sim, o fato foi (ainda bem) quase este.

Troquei a bomba de combustível do Verona e, por preguiça de soltar o compressor do ar condicionado, fiz alguns malabarismos com alguns conjuntos de chaves e acabei apertando em demasia a bomba.

O resultado, a junta de baquelite que vai na base da bomba rachou e, claro, não percebi. Rodei com o carro o dia todo e, na manhã seguinte, ao dar a partida, a luz espia do óleo simplesmente não apagou. Continue reading »

jun 232013
 

Pedindo ajuda aos colegas leitores, precisamos fixar um bagageiro em nossa cobaia principal para os petrechos automotivos.

Adquirimos no Mercado Livre um rack para verona modelos 1990 a 1992 (o nosso é 1990).

A parte traseira do rack fixou-se perfeitamente, contudo a dianteira simplesmente não fecha, não fixa. Sobra espaço em demasia na aba que deveria prendê-lo no teto. Se apertar o suficiente para fixar, a base fica na diagonal forçando o teto lonhe da coluna, fato que, invariavelmente, mesmo sem nenhum peso, irá amassar o teto.

Das duas uma: ou não estamos a saber fixar ou este modelo não é para verona, sobra quase um centímetro na aba de fixação… Continue reading »

jun 182013
 

Muito bem, precisamos bombear água (pequena quantidade) de um riacho até uma caixa d’água, cerca de 100 metros de distância.

Como escolher a bomba d’água que atenda as necessidades? elétrica? a gasolina? manual? qual a fiação adequada se elétrica? e o encanamento?

Enfim, com uma porção de dúvidas e escassas respostas, compilamos um infográfico sobre os detalhes básicos para instalar uma bomba d’água e abastecer nossa cabana. Continue reading »

jun 052013
 

Há muitos modelos no mercado e muitas promessas sobre o uso de hidrogênio no carro como fonte de combustível. Nos interessamos pelo tema e vamos construir um também. Se for de seu interesse, fique a vontade para apontar falhas e colaborar com sugestões e informações para o projeto. Desde já comprometemo-nos a divulgar quaisquer resultados e projetos de forma totalmente gratuita.

Contudo, alguns pontos dos existentes merecem ser considerados:

  1. Nenhum dos que são vendidos tem especificações sérias de funcionamento. Todos prometem economia de combustível de 20% a 90% de combustível, contudo nada mais, do ponto de vista técnico é dito.
  2. Poucos, bem poucos mesmo, especificam quantos litros por minuto de hidrogênio produzem.
  3. Menos ainda são os que especificam quantos ampéres consomem.
  4. Há um sem fim de vídeos no Youtube e em ouros fóruns sobre HHO, contudo, sempre em tom jocoso, sem nenhum detalhe científico ou concreto mostrado (sim, devem existir exceções, infelizmente não as encontrei, se conhece algum projeto sério, nos indique nos comentários, por favor). Continue reading »
jun 052013
 

O que é exatamente?

Muito bem, automóveis mais novos – sem contar os, infelizmente, pé-de-bode brasileiros de sempre – contam com botão de partida automática.

Ou seja, basta um toque no botão que o motor gira e, assim que pegar, o motor de partida é desligado, sem a necessidade de ficar segurando a chave na posição de ignição.

OK, concordo, não passa de uma grande frescura, mas é legal! Até pelo desafio intelectual de projetar um sistemas desses e instala-lo em nossos velhinhos. Assim, vamos ao início do projeto.

As cobaias: Instalaremos em um Corcel II 1981, em um Verona 1990 GLX e em um Escort L 1992 (Sim, temos alguma predileção pela Ford…).

Continue reading »