jun 042017
 

 

Portaria do INMESTRO com o esquema elétrico padronizado de conexão em carretinhas:

 

ligação_carretinha

 

Documento completo: inmetro

out 102016
 

De forma simples e direta:

Ligar uma carretinha em seu carro, diretamente na fiação original, pode não ser uma boa ideia. O acréscimo de lâmpadas pode sobrecarregar o circuito elétrico com sensíveis e caros danos.

Há drivers prontos no mercado, ao custo de aproximados R$120,00, ao passo que a instalação vai lhe custar de R$100,00 a R$300,00 a depender do veículo.

O driver serve para receber somente o “sinal” da fiação original do veículo, sem forçar o sistema elétrico, controlando a energia das lâmpadas da carreta diretamente da bateria. Na verdade a parte mais custosa da instalação é “puxar” o fio positivo direto da bateria para o driver, o resto é bastante simples.

Seguindo a filosofia do site vamos criar um driver com sucata, vais precisar: Continue reading »

jul 032016
 

Eficiência energética:

Para se falar em economia de energia é necessário entender o conceito de eficiência energética, grosso modo pode ser entendida como a parcela de energia consumida efetivamente transformada no trabalho pretendido.

Exemplificando: uma lâmpada tem por trabalho iluminar, produzir luz. Porém, uma parte fatalmente acaba desperdiçada em consumos colaterais, como produção de calor, por exemplo.

Logo, as lâmpadas devem produzir lumens.

Comparando as antigas incandescentes, estas produziam 15 lumens por watt consumido, com as atuais led, que chegam a 140 lumens por watt, temos que esta segunda é muito mais eficiente energeticamente, 9 vezes mais eficiente.

Em termos ainda mais práticos: a lâmpada incandescente tem uma eficiência energética da ordem de 9%, ou seja, apenas 9% da energia consumida se torna luz, o restante é desperdiçado em calor, radiação e outros. Em comparação, a lâmpada de led tem eficiência média de 87%, ou seja, a maior parte da energia consumida é convertida para o fim que se destina, no caso, luz.

Um dado importante: não existe nada, nenhum aparelho no planeta, com 100% de eficiência, sempre há perdas. Continue reading »

ago 312014
 

Reportagem do Globo Rural (penso que o único programa da globo que presta) mostrou como contruir uma bomba carneiro, capaz de elevar água a custo próximo de zero:

A cartilha pode ser baixada no link: http://estatico.redeglobo.globo.com/2013/06/18/folder_carneiro_hidraulico.pdf

Ou no link alternativo: folder_carneiro_hidraulico[1]

ago 302014
 

Vamos lá, montagem de embreagem de Kart ou Mini Bug em um motor estacionário, passo a passo:

Não encontramos um tutorial parecido em canto algum, então o jeito foi produzí-lo. Utilizamos um motor Toyama de 5,5Hp, e uma embreagem centrífuga de Kart.

Continue reading »

ago 292014
 

Alunos da Universidade de Munique criaram esta fantástica peça, fácil de construir e czapaz de gerar eletricidade com a correnteza de um rio.

Pense se não vou tentar botar um desses no sítio! Se der certo, mando aqui os detalhes.

 

Este modelo, segundo os pesquisadores, é capaz de gerar 2KW. Claro que a potência dependerá do volume, velocidade do rio e do tamanho da geringonça. Tentarei um tamanho micro, para acender um LED em um riacho, provavelmente usando latinhas de cerveja. Em breve o resultado.

Rotor from Markus Heinsdorff on Vimeo.

ago 282014
 

Caçando informações para nosso tanque e bomba d’água com compressor de ar condicionado, nos deparamos com um excelente manual que lista válvulas, conexões, tipos de tubulação e muito mais.

O excelente material foi elaborado em parceria do SENAI com a Companhia Siderúrgica de Tubarão (SC), e pode ser encontrado no site da Abraman (Associação Brasileira de Manutenção e Gestão de Ativos) no link: http://www.abraman.org.br/Arquivos/75/75.pdf.

Ou neste link alternativo: 75[1]

Estudando o material, para nosso projeto (puxar água de um riacho, há cerca de 100 metros de distância, com uma elevação de cerca de 40 metros, com uso de um compressor de ar condicionado automotivo) vamos precisar de válvulas de retenção, que só permite a passagem do fluído em um sentido.

Vamos precisar de duas: uma de pé, no ponto de captação de água, para manter a escorva da bomba, e outra logo após a bomba, para manter cheia a tubulação acima, evitando o retorno de água.

Graças ao manual, pudemos identificar vários modelos possíveis:

Válvula de pé.

Válvula de pé.

 

válvula de esfera

Válvula de Esfera

 

Vale a pena conferir.

 

abr 212014
 

Excelente dica do colega Adilson Pinheiro, uma mesinha dessas construída nos moldes que descreve o Adilson, custará algo em torno de $70,00 a $200,00 (a depender do material empregado) e algumas valiosas horas de faxina mental.

O colega ainda disponibiliza o projeto no link: http://www.4shared.com/file/9fm26t13ce/projeto_mesinha.html Pelo programa SkethUp do Google, suponho.

Não esqueça de dar o positivo no vídeo do colega e, se também gosta dos hobbyes, se inscrever no canal dele, vamos prestigiar aqueles que doam seu tempo para nos ensinar algo útil.